quarta-feira, 16 de julho de 2014

Ilha da Madeira | Dia 2

Depois de tomarmos o pequeno-almoço no hotel foi entrar no carro, por volta das 10h:00m, apanhar a auto-estrada e seguir em direcção a Machico.
Machico é uma pequena Vila onde se pode visitar a Igreja Matriz e as praias de cascalho negro.
Percorremos algumas das ruas a pé, mas como estava a chover muito apenas fizemos uma visita à Igreja e à praia.




De novo de carro seguimos em direcção a Santana e fomos visitar o Parque Temático da Madeira.



Tivemos azar com o tempo, pois chovia mesmo muito e não tivemos oportunidade de aproveitar o que o parque tem para oferecer em termos de actividades no exterior.
Mas como Parque tem muitos pavilhões com actividades de interior entrámos em todos.
Na minha opinião, todos os pavilhões merecem uma visita, são todos diferentes e com experiências que valem a pena, como forma de conhecimento da ilha.
Vejam aqui o que o Parque tem para oferecer. E não percam, mesmo, porque vale bem os 10 € (adulto), 8 € (crianças), menores de 5 anos não pagam.










Como o Parque tem um restaurante, optámos por almoçar por lá. O restaurante serve muito bem, tanto em qualidade como em quantidade. Incluindo sopa, prato principal, sobremesa e bebida rondou os 20 euros/pessoa.
Depois de almoçar pegamos estrada e fomos ver as casas de colmo de Santana, aqueles que vêem em quase todos os postais da ilha.
Nós visitámos as que ficam ao lado da Câmara Municipal de Santana, algumas delas são postos de turismo e de venda de artigos da região. Mas se percorrerem alguns quilómetros vão ver algumas dessas casinhas particulares todas bem arranjadinhas.



A chuva não parou de cair até seguirmos caminha até à Ponta de São Lourenço.
Pelo caminho a chuva foi abrandando, até que desapareceu, para dar lugar ao sol, assim conseguimos ver na perfeição a penha d’águia, o símbolo paisagístico que mais identifica o Faial, um grande maciço rochoso de 590 metros. O limite do topo parece o perfil de um rosto humano.


Depois de percorrermos mais alguns quilómetros chegámos à  Ponta de São Lourenço. Merece realmente uma visita não só pelo nome - ;0) - mas também pela paz e vistas fantásticas. Gostei muito deste lugar.





Depois de muitas fotografias tiradas do Lourenço na Ponta de São Lourenço, fomos então até ao Hotel descansar um pouco.
Há noite fomos passear até ao Funchal.
Percorremos algumas ruas a pé e fomos até à Marina. Apesar de toda a zona do Porto do Funchal estar em obras, é uma zona muito agradável para se dar um passeio de fim de tarde.

















(Fotografias: Mónica Costa)

Sem comentários:

Enviar um comentário