sexta-feira, 31 de julho de 2015

Bruxelas | Quarto e Quinto Dias

Começámos o quarto dia relativamente cedo e novamente a pé seguimos até à Grand Place e visitámos o museu da cidade onde está exposto o guarda roupa do Manneken Pis, com cerca de 760 roupas diferentes.











Percorrendo algumas ruas chegámos até ao Mercado Halles Saint-Géry onde bebemos um café.




Nesta zona podem ser vistos os painéis pintados nas paredes dos edifício, arte de rua que tem surgido nos últimos tempos em Bruxelas. Em cada esquina é uma surpresa.





Passamos pela Igrejas de L'Eglise Saint-Catherine e Beguinage Church, mas como ambas estavam fechadas, não vimos o seu interior.




Deambulando a pé pelas ruas de Bruxelas escolhemos um local para almoçar e descansar um pouco, para depois irmos ver a rua das lojas caras.
A zona das lojas caras não é muito charmosa pois é atravessada por várias estradas e um enorme túnel que a descaracteriza um pouco. Nem mesmo as montras são tão glamorosas como as de Paris ou Roma, mas ainda assim merecem uma passagem rápida.
  








O quinto e último dia resume-se basicamente à viagem de comboio até ao aeroporto e a viagem de avião até ao Porto.



Se inicialmente pensei que seria um destino monótono, a ideia desvaneceu-se rapidamente logo após algumas horas de lá chegarmos.
A cidade tem muita vida, é muito animada, com uma mistura de culturas incrível e em termos culturais não fica a perder para outra qualquer cidade europeia.

(Fotografias: Mónica Costa)

Sem comentários:

Enviar um comentário